cnc
sesc
senac

SuperNorte celebra duas décadas reunindo setor supermercadista

Home / Notícias / SuperNorte celebra duas décadas reunindo setor supermercadista

SuperNorte celebra duas décadas reunindo setor supermercadista

05/10/2017 11:58:53

Com expectativa de público superior a 30 mil visitantes e a geração de R$ 35 milhões em negócios, ocorreu ontem (05) no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, a abertura oficial da SuperNorte 2017 (Convenção de Supermercados e Fornecedores da Região Norte), considerado o maior evento do setor varejista do Norte do País. Com o tema “Mudar, Agir, Evoluir”, o evento promovido pela Associação Paraense de Supermercados (Aspas) apresentou novidades como alteração da data, que ao longo das últimas edições, ocorreu após o Círio de Nazaré. A estratégia da coordenação do evento é aproveitar o grande fluxo de visitantes na capital paraense. A 20º SuperNorte conta com o apoio do Sistema Fecomércio Pará.

A palestra de abertura foi realizada pelo jornalista e cineasta Arnaldo Jabor, que abordou o tema “Brasil, que País é esse?”. Em sua explanação, Jabor iniciou falando sobre o momento atual do País. “Eu acredito que nós estamos vivendo um momento no Brasil que não é de crise, mas de mutação. E essa mutação não é somente aqui, como em outros países do mundo. Ainda assim, mantenho uma postura um pouco otimista sobre tudo o que está acontecendo” – afirmou. O jornalista também falou sobre os problemas históricos enfrentados no País e ainda não solucionados. “Os problemas do Brasil hoje estão expostos, não estão mais ocultos e isso é importante. Sempre houve no Brasil um desejo de modernização contra um desejo de atraso. E normalmente o atraso vence” – disse. Jabor associou o atraso brasileiro aos vícios e a herança patrimonialista dos tempos da colonização portuguesa.

Após a palestra, o presidente da Aspas, Jorge Portugal, falou sobre a realização dos primeiros eventos e sobre as inovações da 20º edição. “Nas duas primeiras edições da SuperNorte, em 1997 e 1998, ainda no Centur, eu participei como expositor. Depois passei a fazer parte da diretoria da Aspas e, nos últimos setes anos, da coordenação da feira e da comissão organizadora. As mudanças que implementamos nesta edição são frutos das conversas com os expositores ao longo desses anos. Com a nova data  e a organização da feira antes do Círio, continuamos aproveitando o grande fluxo de visitantes, do interior e de outros estados, mas agora permitimos também que os expositores participem da maior festa religiosa do povo paraense” – explicou.

Outra novidade apresentada na SuperNorte 2017 é a ‘SuperNorte Solidária’, que fará a doação de produtos não perecíveis, como itens de mercearia, higiene e limpeza. As doações serão feitas para instituições de caridade previamente credenciadas. De acordo com Jorge Portugal, a maioria dos expositores aderiu ao projeto de doação, que será realizado após o término do evento.

Participando desde as primeiras edições da SuperNorte, o estande do Sistema Fecomércio Pará foi animado ao som do grupo Gente do Choro. O Senac Pará promoveu uma pequena mostra de coquetéis não alcoólicos, apresentada pelo instrutor Ronildo Palheta. O Sesc Pará trouxe a apresentação do Programa de Segurança Alimentar e Nutricional Mesa Brasil, cujo objetivo é a promoção da cidadania e a melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de pobreza. A Fecomércio-PA apresenta ao público visitante o conjunto de pesquisas e estudos econômicos que ajudam a orientar o setor do comércio de bens, serviços e turismo, além dos serviços de certificação digital, indispensáveis nas atividades empresariais.

Texto: Adriano Abbade / Cecom Fecomércio-PA
Fotos: Veruscka Brizart

Galeria de imagens